A convite da associação, Sindicato conheceu duas propostas a respeito do tema; Rebouças afirma que vai continuar lutando por enquadramento do pagamento da categoria como nível superior.

Nesta quarta-feira (18), o SIPESP, representado pelo presidente João Batista Rebouças da Silva Neto, pela diretora jurídica Maria Helena Torres, pelo diretor Joraci de Campos e pelo advogado Eduardo Janeiro participou, a convite do presidente da Associação dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (ADPESP), Dr. Gustavo Mesquita Galvão, de uma reunião para tratar da reestruturação das carreiras.

Na ocasião, a ADPESP apresentou dois projetos sobre o tema, que serão devidamente analisados pelo Sindicato dos Investigadores.

O diretor de relações institucionais, Dr. André Santos Pereira, explicou que está sendo criado um Fórum Interassociativo e Intersindical para a abordagem de pautas em comum e em consenso com as entidades de maior representatividade da Polícia Civil. “A ideia dos projetos é de promover benefício a todos, partindo do princípio de simetria”, falou.

O projeto não trata de alguns temas ainda polêmicos, mas aborda a tríade salário – regulamentação da jornada de trabalho – plano de carreira.

De acordo com o presidente do SIPESP, o nível superior não pode ser alterado por estar apoiado pela Lei 1.067, de 1º de dezembro de 2008. “Temos o apoio da Lei. Vamos avaliar os projetos que nos foram apresentados, mas já adiantamos que não apoiaremos algo que possa aumentar o abismo entre as carreiras”, disse. “Nós não temos nada contra os delegados integrarem o rol de carreiras jurídicas, só não aceitaremos receber menos do que é justo”.

O presidente do SIPESP afirmou ainda que a questão mais delicada é com relação à discrepância salarial. “Existe um problema exatamente no enquadramento do pagamento, que deve sair do nível técnico para o ensino superior”, afirmou.

Segundo Rebouças, serão consultadas a diretoria e a base, por meio de Assembleia Geral Extraordinária (AGE) e, no momento oportuno, será realizada uma nova reunião com a Associação para definição ou manutenção dos tópicos abordados pelos projetos da ADPESP.

Participaram da reunião, além dos já citados, o secretário-geral, Dr. Dario Nassif; o tesoureiro geral, Dr. Rodrigo Lacordia e o diretor da ADPJ, Dr. Robinson Fernandes.