O parlamentar apoia as solicitações da categoria e deve levar reivindicações para o governador João Dória

Nesta quinta-feira, 22, o SIPESP, representado pelos diretores Maria Helena Torres e Joraci Campos e pelo advogado Fábio Alencar, esteve na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (ALESP), para uma reunião como deputado estadual Marcos Damásio (PL). O encontro integra o conjunto de iniciativas do Sindicato para aproximação entre a Polícia Civil paulista e a Casa Legislativa.

Após conhecer alguns pontos cruciais dos policiais civis, Marcos Damásio afirmou que o problema mais urgente é no âmbito econômico. “A economia parada prejudica todo mundo”, afirmou. O deputado acredita ainda que, em 2020, a situação pode melhorar, já que o governador João Dória elaborará pessoalmente o plano orçamentário.

Com relação aos demais problemas apresentados pelos representantes do Sindicato, Damásio ressaltou que são 20 anos em que o Governo está em dívida com o segmento da segurança. “Realmente temos um grande trabalho pela frente. Fácil não vai ser; temos que ter isso em mente para começar”, lembrou.

A Diretora Maria Helena Torres ressaltou que cerca de 95% da Polícia Civil é operacional. “Nós precisamos ter voz para defender os nossos direitos”, disse.

Damásio afirmou que vai auxiliar o SIPESP na luta pelos direitos dos investigadores e das demais carreiras operacionais. “Estou com vocês e acredito que a grande maioria [da ALESP] também, mas a iniciativa é do executivo e o que nós podemos fazer é pressioná-lo”, concluiu.

O SIPESP ficou incumbido de encaminhar a pauta de reivindicações da categoria para o deputado, que se comprometeu com a causa da Polícia Civil.

Continue acompanhando as próximas atuações do SIPESP.

 

Gallery not found.